segunda-feira, 4 de junho de 2012

Lido: O Practical-Jocker

O Practical-Jocker (bib.), ou O Pratical-Joker, consoante se está a consultar o título no topo da história ou o índice, respetivamente (sim, a sério), é um mundaníssimo conto curto de Luísa Costa Gomes que relata uma saída noturna de uma senhora muito composta, na companhia de uma amiga e de dois desconhecidos, um dos quais tem um gosto algo exagerado por pregar partidas, para grande divertimento do outro. Todos americanos, por algum motivo que não entendi; uma historieta tão banal, sem a mínima especificidade cultural, podia passar-se em qualquer ponto do dito mundo ocidental. Sim, a banalidade deste conto é completa, e não se fica por tema e ambiente, pois também o uso que nele é feito da língua portuguesa não é mais que mediano. Na história que conta não encontrei interesse nenhum (não, as crises existenciais de dondocas em saídas noturnas não me interessam minimamente) e o conto, na publicação em que vem incluído, é um completo erro de casting. Ao terminar a leitura fiquei boquiaberto. Não haveria melhor que isto para publicar? Será isto que para Luísa Costa Gomes é uma história de terror?

De muito longe, o pior conto do livro até agora... e só falta um para acabar.

Contos anteriores desta publicação:

Sem comentários:

Enviar um comentário