domingo, 13 de maio de 2012

Lido: O Último Parente de Justino

O Último Parente de Justino (bib.) é uma vinheta de Jaime Rocha que, tirando o fim, me agradou bastante. Justino, o protagonista, sofre de uma estranha enfermidade: passa catatónico a maior parte do tempo, regressando à vida e atvidade normais, durante breves períodos, apenas quando lhe morre um parente. Assim vai sobrevivendo durante gerações, nessa espécie de vida intermitente movida a morte, até que se lhe acaba a família direta. E é então que se dá o desfecho. É uma ideia curiosa, que me pareceu bem executada (exceto o final, que achei demasiado abrupto), embora o conto me pareça mais fantástico do que propriamente de terror. Mas isso não passa de taxonomia. Gostei.

Contos anteriores desta publicação:

Sem comentários:

Enviar um comentário