sábado, 20 de maio de 2017

Lido: O Ratinho, o Passarinho e a Salsicha

Os Irmãos Grimm parecem ter tido opiniões razoavelmente fortes sobre quais das histórias que andaram e recolher valia a pena fundir, retocar ou desenvolver e quais mais valia deixar mais ou menos tal qual as encontraram no seu habitat natural, por assim dizer. Esta O Ratinho, o Passarinho e a Salsicha pertence ao segundo grupo. É uma história tradicional que se poderia perfeitamente encontrar na recolha de Adolfo Coelho, um continho de menos de uma página, acompanhado por uma nota minúscula por comparação com o que é habitual, um fábula infantil e bastante mal desenvolvida sobre as desgraças que acontecem quando o ratinho, o passarinho e a salsicha decidem abandonar as funções que lhes são próprias na bem oleada máquina da vida em comum. Com outros contos dos Grimm tem em comum o conservadorismo e o apelo à resignação, mas afasta-se muito da maioria dos que foram lidos até ao momento pelo fraquíssimo desenvolvimento da história. História essa que, convenhamos, também não dá pano para grandes mangas.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário