terça-feira, 19 de julho de 2016

Lido: Exames

Exames é mais um miniconto de ficção científica distópica de Luiz Bras, mas este, ao contrário da vasta maioria dos restantes, não me convenceu. Consiste de um diálogo entre um paciente e quem lhe contesta a autoavaliação com os resultados dos exames endócrinos realizados, supõe-se, pouco antes. E não há nada a fazer, realmente: os resultados não deixam margem para dúvidas.

O principal problema desta história é depender em demasia de um efeito surpresa, no final, que o resto do texto se encarrega de destruir, fazendo com que quando o fim revela o que se passa já o leitor que não esteja inteiramente distraído percebeu tudo. Bras tem muito melhor do que isto.

Textos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário