terça-feira, 19 de julho de 2016

Lido: 2014 Campbellian Anthology - Tim Susman

Tim Susman também está presente nesta antologia com três contos.

Erzulie Dantor é uma história de horror ambientada no Haiti pós-terramoto e tendo como pano de fundo o peculiar tipo haitiano de magia negra. Bem escrito, com uma prosa elaborada que consegue bastante bem evitar cair na caricatura floreada da purple prose, o conto relata a história da rivalidade de duas irmãs, uma das quais, enlouquecida, se serve das superstições do povo, ainda para mais atiçadas pela catástrofe que se abatera pouco antes sobre o país, para levar ao linchamento da outra. Mas as forças do sumbundo estão sempre atentas e cada ato tem as suas consequências. Um conto bastante bom.

Diamonds Are Forever é uma vinheta de ficção científica, mas também de horror, que tem como protagonista um androide cujo processador central é feito de matriz de diamante artificial. E, como se sabe, os diamantes são eternos. Mesmo que as juntas metálicas, os cabos e tudo o resto que forma um corpo robótico se degrade e deixe de funcionar. Brrrr.

Gondeneye também é uma vinheta de ficção científica com toques significativos de horror, passada na Lua, num futuro em que o nosso satélite já está colonizado permanentemente, e conta uma historinha sobre uma rapariga que, depois de perder um olho num acidente, coloca um olho artificial de ouro... que não é tão inerte como se poderia supor. Interessante, mas creio que este é o pior dos três contos.

De qualquer forma, este Tim Susman despertou-me interesse.

Sem comentários:

Enviar um comentário