quarta-feira, 20 de julho de 2016

Lido: 2014 Campbellian Anthology - Grace Tang

Grace Tang é mais uma autora presente nesta antologia com três contos, que no caso dela são todos bastante curtos.

Ghost in the Machine é uma história de ficção científica contada na primeira pessoa por um marido que se descobre recorrentemente abandonado. Ou melhor: pela consciência de um marido morto, uma espécie de fantasma instalado no sistema informático da casa, na altura em que a mulher, sobrevivente, se vai libertando do passado e recomeçando a viver. É um conto curto mas interessante.

White Lies é uma história com muitos pontos de contacto com a anterior, pois também se desenvolve em torno de uma consciência em suporte informático, ainda que desta feita se trate de uma inteligência artificial, que não sabe que o é mas vai deparando com pequenas estranhezas no mundo e em si própria, o que lhe desperta dúvidas razoavelmente metafísicas. Seria um conto meramente interessante sem aquele final surpresa, tão bem executado que o faz subir de nível. Bom.

Man's Best Friend é outro conto de ficção científica, este de uma natureza um pouco diferente. Aqui a história, uma ficção científica de laboratório razoavelmente típica, tem por tema melhoramentos cibernéticos destinados a melhorar a capacidade intelectual dos que se submetem às experiências, que basta o título para se perceber que são cães. Mas também aqui existe um final surpresa francamente bom, que eleva o conto da mera razoabilidade. Não é tão bom como o segundo, mas também é bom.

Sem comentários:

Enviar um comentário