quinta-feira, 14 de julho de 2016

Lido: 2014 Campbellian Anthology - Frances Silversmith

Frances Silversmith está presente nesta antologia com três contos.

Online War é um conto muito interessante de ficção científica pós-ciberpunk sobre o modo como um casal de jovens hackers, que antes da história começar só se conheciam online, leva a cabo a louca tarefa de impedir uma guerra particularmente perigosa. Além de conter uma história boa e bem contada, o que este conto tem de mais interessante, na minha opinião, é inverter o papel e a imagem tradicional do hacker, transformando-o na personificação da decência e do bom senso num mundo enlouquecido, mesmo mantendo-se marginal à sociedade como um todo e perseguido pelas autoridades. Um pouco à semelhança do que Cory Doctorow faz em Little Brother, só que aqui a parada é significativamente mais alta. Um conto realmente bom.

Finally Free é um miniconto de horror que, basicamente, descreve o suicídio de um vampiro. Interessante, mas não creio que passe disso.

Were é outro conto bastante curto, também de horror, que descreve uma noite de metamorfose de um lobis... hm... esperem, este termo é errado. Como se poderá chamar a isto, especialmente procurando preservar a surpresa final? Não é fácil: o título, were, é inglês antigo para "homem", mas faz referência clara ao termo werewolf, lobisomem. Em inglês funciona, dada a antiguidade e desuso do termo; em português não, porque lobo e homem têm existência contemporânea independente. Mas enfim, é um conto sobre uma noite de uma criatura que se transforma em noites de lua cheia. Um lobisomem, portanto, certo? Enfim... digamos apenas tem a ver com isso. E que o conto é bom.

Sem comentários:

Enviar um comentário