quarta-feira, 27 de julho de 2016

Lido: 2014 Campbellian Anthology - Django Wexler

Django Wexler está presente nesta antologia com uma noveleta e um excerto de romance.

The Penitent Damned, a noveleta, é uma história de fantasia com ladrões, duques cruéis e um sistema de magia curioso. A história está bem concebida, com um enredo tão convoluto que chega a ficar um pouco confuso, especialmente no fim, e um sistema de magia curioso, mas ao longo de toda a leitura não consegui sacudir a sensação de que já tinha lido coisas muito parecidas, ou pelo menos de que os vários elementos de que esta história se compõe fazem lembrar outras histórias. Não é um mau conto, mas não foi dos que mais me agradaram.

The Thousand Names, o romance, começa a acompanhar o dia-a-dia de um posto avançado colonial e tem a curiosidade de ter como protagonista — ou uma das protagonistas, pelo menos — uma rapariga que se tinha alistado disfarçada de homem para fugir para longe da sua terra. Não consigo perceber como raio uma rapariga consegue manter o fingimento de não o ser na ausência de privacidade de um meio castrense, e o excerto não o explica, mas é possível que o resto do livro explique. De resto, o que mais contribui para alimentar a curiosidade por esta história são precisamente as personagens, bastante bem construídas e, várias, francamente interessantes. O enredo? O excerto não é grande coisa a desvendar os caminhos que o enredo poderá seguir. Mas que me despertou alguma curiosidade por uma história que, tudo o indica, também deverá ser fantasia, despertou.

Sem comentários:

Enviar um comentário