domingo, 12 de junho de 2016

Lido: The Solaris Effect

The Solaris Effect é mais um conto de Steve Redwood mas, ao contrário dos outros, este não é um conto de ficção científica, mas sim um conto sobre a ficção científica. Ou melhor: um conto sobre o modo como a ficção científica, por mais fora de todas as experiências humanas concretas que por vezes pareça, serve tantas vezes de parábola para essas mesmas experiências humanas. Trata-se de uma história de sedução, de amor até, que se entrelaça com o enredo de um filme (e por arrasto de um livro) visto pelo protagonista e pela mulher que estava a tentar seduzir: Solaris, de Tarkovsky (e portanto de Lem). Não todo o enredo, mas muito especificamente a parte da relação entre Kris Kelvin e Rheya, o "fantasma" da sua mulher morta criado pelo oceano vivo de Solaris, que serve como fundo filosófico para esta história de Redwood e de motor para o enredo e o crescimento do protagonista. E é um conto francamente bom, em especial no que toca à construção narrativa. O melhor deste livrinho até agora.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário