quarta-feira, 25 de maio de 2016

Lido: 2014 Campbellian Anthology - Samuel Marzioli

Com Samuel Marzioli voltamos aos contos, e no caso dele são três.

A House in the Woods é um conto de horror, muito curto, sobre um casebre assombrado na floresta. Ou talvez, como o protagonista pensa, não propriamente assombrado mas decerto habitado. O conto é demasiado curto para causar realmente algum impacto, mas a ideia varia levemente do tema típico das casas assombradas e por isso tem o seu interesse.

Midnight Visitors é outro conto de horror, este distópico, pós-apocalíptico, que se centra num pequeno (o último?) grupo de sobreviventes humanos num mundo tomado por visitantes noturnos. Trata-se de uma variante do tema dos zombies, e está bastante bem conseguido. Os visitantes, que surgem à meia-noite a bater às portas das pessoas, são suas familiares ou amantes, entes queridos de alguma forma regressados do mundo dos mortos, exercendo sobre os vivos pressão psicológica para desistirem e se lhes irem juntar. Este é um conto bastante bom.

Burning Men é mais um conto em que o horror está bem presente, mas este é uma distopia passada num mundo (futuro?) em que as pessoas inúteis à sociedade são sumariamente executadas por uma espécie de polícias cuja função é queimá-las vivas. O protagonista é um destes últimos, atormentado pela consciência movida a religião, mas o conto volta a ser demasiado curto para ser mais do que interessante. Mas isso é, apesar do óbvio proselitismo antiateu que traz consigo.

Sem comentários:

Enviar um comentário