quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Lido: 2014 Campbellian Anthology - Robert Dawson

Robert Dawson aparece nesta antologia com três contos.

The Widow é um continho epistolar de ficção científica sobre o qual é praticamente impossível dizer alguma coisa sem começar a desvendar a situação nele descrita... e, como o conto é inteiramente situacional, sem qualquer ação além da que está implícita na situação que descreve, é precisamente no desvendar da situação que reside em grande medida o seu interesse, portanto continuem a ler por vossa conta e risco. Mesmo assim, tentarei ser vago. Digamos apenas que este conto mistura inteligência artificial com um esquema nigeriano, e que está francamente bem construído.

The Fifth Postulate é um conto fantástico passado em Alexandria, em 280 AC, e o seu protagonista é Euclides, coadjuvado por um escravo chamado Ianus. O conto descreve o momento em que Euclides quase inventa a geometria não-euclideana, a qual só viria a ser descoberta no início do século XIX, separadamente, por Nikolai Ivanovich Lobachevsky e por... János Bolyai. E aqui, nesta coincidência de nomes (só de nomes? Será?), reside o motivo por que o conto não é apenas um conto histórico, um texto que conta, ficcionando só um pouco, acontecimentos reais, mas sim um conto fantástico. Não explicarei porquê; digo apenas que é mais um conto subtil e francamente bem construído.

Soldier's Return é um conto de fantasmas, passado num provável presente mas cheio de recordações de acontecimentos que remontam à I Guerra Mundial. É mais um conto muito subtil e bastante poético, com um remate magnifico, que fala principalmente de desencontros e de perda. Contos de fantasmas em que as fantasmagorias acabam finalmente por pôr fim a longos anos de desencontro estão longe de ser novidade, mas Dawson é bastante bom na forma como escreve o dele. Sim, também este conto está muito bem construído.

Robert Dawson é bom. E tem uma grande versatilidade, algo de que nem todos os bons escritores se podem gabar.

Sem comentários:

Enviar um comentário