segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Lido: 2014 Campbellian Anthology - Oliver Buckram

Oliver Buckram está presente nesta antologia com três pequenas histórias, todas muito interessantes e francamente divertidas.

The Running of the Robots é um continho sobre o que pode acontecer quando um errozinho aparentemente insignificante nas instruções enviadas a um batalhão de robôs de combate gera um ciclo de retroalimentação positiva e uma imprevista atração turística ao longo de todo o 32º paralelo do planeta. Toda a gente que já programou alguma coisa na vida sabe como os bugs são uma tremenda — e inescapável — chatice. E neste caso... bem, só lendo.

Un Opera Nello Spazio (A Space Opera), assim mesmo, com título em italiano e inglês, é uma ópera espacial. Não, não é uma space opera, peculiar subgénero de ficção científica que tão frequentemente se enche de naves espaciais de combate, exércitos com armas futurísticas e ETs agressivos, embora também o seja. É uma ópera espacial, com essas mesmas naves, exércitos e ETs, mas com a estrutura em três atos e o enredo melodramático da ópera italiana. Uma ideia genial, esta de tratar literalmente o termo space opera, e o resultado não é menos que hilariante.

Half a Conversation, Overheard While Inside an Enourmous Sentient Slug é o que o título indica: meia conversa, o que significa que só consta do conto o que diz uma das personagens, dado que o interlocutor (um tal "Inspetor") não é audível. Porquê? Ora, isso já seria estar a desvendar demasiado. Digamos apenas que alguém (um extraterrestre, obviamente, mas que extraterrestre? Ah, só lendo, só lendo) está a ser interrogado pela polícia a respeito do assassínio de um tal Lord Ash. Na condição de testemunha, não de suspeito. Quanto a quem o ouve falar... bem... vou deixar essa parte no ar. É um conto muito inteligente e também muito divertido.

Oliver Buckram tem pinta, tem muita pinta. Fiquei fã.

Sem comentários:

Enviar um comentário