quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Lido: 2014 Campbellian Anthology - Kate Heartfield

Kate Heartfield está presente nesta antologia com três contos, a saber:

Word for Word é uma razoável história fantástica sobre um homem que recebeu de herança uma Caixa mágica, capaz de fazer desaparecer aquelas coisas que se dizem sem pensar e depois causam arrependimento, bastando para isso escrevê-las, palavra por palavra, e enfiar o papelinho na caixa. Herança do pai. Mas, claro, como sempre acontece, na medalha que traz consigo tão útil artefacto existe um reverso. Neste caso até há dois. Por um lado, algo que se guarda numa caixa pode ser de lá tirado, o que faz com que aquilo que foi um dia anulado regresse ao mundo com todo o seu vigor. Pelo outro lado, uma caixa é um recipiente que encerra um volume limitado de espaço. Um dia enche-se. E depois? Tem interesse, esta história, mas não creio que chegue realmente a ser boa. A ideia é melhor do que a concretização.

For Sale by Owner é bastante melhor. Conta a história de uma casa, mais do que de uma personagem, que concede ao seu habitante a imortalidade em troca de um serviço que ele deverá prestar à humanidade. É que a casa se ergue junto de um penhasco, local de eleição para o derradeiro voo de todos aqueles que querem pôr cobro à vida, e a tarefa do habitante da casa é convencê-los a voltar para trás, a dar a si mesmos mais uma oportunidade. Este conto sim, é realmente bom, não só de ideia como também de execução.

A Pair of Ragged Claws é outro conto bastante interessante, algures entre a ficção científica e o horror. Num mundo em que a humanidade contactou com uma raça de escorpiões inteligentes, (ETs? Demónios? Não se chega a saber), com os quais só algumas pessoas especiais são capazes de comunicar, conta a história de uma rapariga que vai assistir a um concerto dado por uma banda destes escorpiões, cuja vocalista é humana, e se deixa fascinar. E faz uma loucura, que acaba por ter consequências sérias. Uma abordagem interessante à alienação, mais uma. Tenho deparado com este tema por todos os lados nos últimos tempos.

Sem comentários:

Enviar um comentário