quinta-feira, 30 de julho de 2015

Lido: 2014 Campbellian Anthology - Brooke Bolander

Brooke Bolander está presente com três contos.

Her Words Like Hunting Vixens Spring. Trata-se de um conto de fantasia, ou talvez de horror, ambientado algures no Oeste norte-americano, protagonizado por uma mulher que persegue a cavalo um antigo noivo, em busca de vingança pelo que lhe terá feito e por lhe ter matado os irmãos. Uma caçada difícil, que o homem é hábil, mas para a qual conta com a ajuda de raposas que vai misteriosamente vomitando. Um conto literariamente muito forte, com menos ação e mais situacional do que esta breve sinopse pode levar a crer, mas com ritmo e uma boa estrutura. Francamente bom.

Sun Dogs. Este é um conto de ficção científica, ou talvez seja mais adequado chamar-lhe fantasia espacial, também muito forte literariamente e muito situacional, sobre a viagem espacial da cadela Laika. Não sabem que cadela é? Tsc tsc tsc. Imperdoável. É outro conto muito bom, que se põe no lugar da cadela de uma forma tão eficaz que consegue levar quem lê à acanhadíssima cápsula Sputnik, embora tome algumas liberdades com a sua estrutura: aqui, uma janela tem importância fundamental no enredo, quando na verdade os primeiros Sputnik eram basicamente esferas de aço, sem qualquer espécie de janela.

The Beasts of the Earth, the Madness of Men. Trata-se de um conto obsessivo, muito semelhante ao primeiro no sentido em que também aqui a protagonista é uma caçadora destroçada que persegue a sua presa apesar de todos os obstáculos. Mas enquanto no primeiro o motor era o ódio, aqui é uma estranha espécie de amor, como se estivéssemos na presença de uma versão feminina do capitão Ahab de Melville... e, de facto, a presa (será realmente uma presa?) é uma baleia. Mais um conto literariamente muito forte, mais um conto sobretudo situacional, situado algures entre a fantasia e o horror.

Brooke Bolander é uma boa escritora.

Sem comentários:

Enviar um comentário