quarta-feira, 10 de julho de 2013

Lido: O Inconsciente

O Inconsciente (bibliografia) é um conto de horror de Tiago Rosa sobre um monstro. Podia ter sido um conto interessante se não fosse estragado pelo estilo pomposo e hiperadjetivado que o autor emprega, e isto apesar de recuperar um tema já bastante gasto. Um estranho bebé, que é abandonado num convento e trancado pelos monges nas masmorras, acaba por se desenvolver ao longo dos anos até se transformar numa criatura gigantesca, grotesca, mas ingénua, sem qualquer noção de moralidade, movida apenas pelos instintos mais primários apesar de mostrar alguns sinais de inteligência. E claro que tudo acaba mal.

Não é nada que não se tenha já visto, até no cinema e na TV.

Mas apesar da pouca originalidade, o conto até está bem construído. O problema é o estilo, o qual isto, qual aquilo, as palavras e expressões pomposas, e sobretudo os "arrebatamentos abstractos e maníacos", essa adjetivação excessiva que é basicamente o que faz com que eu ache insuportável ler Lovecraft. Rosa não é tão extremo, logo não é insuportável. Mas é suficientemente excessivo para eu não ter gostado mesmo deste conto. Mesmo.

Contos anteriores deste livro:

Sem comentários:

Enviar um comentário