segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Lido: O Menino Morto à Tua Janela

O Menino Morto à Tua Janela (bib.) é mais um conto curto de fantasia, desta vez pintalgada de horror, de Bruce Holland Rogers. Começa por parecer uma história sobre amor maternal e sobre negação. Um menino nasce morto, e a mãe recusa-se a admitir que o bebé que acabara de dar à luz não vive. E portanto ele vive, ainda que morto. E cresce. Não porque viva e por isso se desenvolva, mas porque o pai constrói uma armação para o ir esticando. Até que um belo dia de vento uns rufias resolvem fazer dele papagaio de papel, e o resultado é inesperado: ele voa, e, voando, acaba por chegar a uma terra cheia de outros mortos como ele, que no entanto não são exatamente como ele porque lá chegaram depois de terem vivido. Trata-se de mais um belo conto, com ressonâncias de lenda, de conto popular, de história exemplar. Francamente bom.

Sem comentários:

Enviar um comentário