sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Lido: Como uma Colmeia

Como uma Colmeia (bib.) é uma vinheta de Bruce Holland Rogers que, confesso, não consegui compreender por inteiro. Há ali, parece-me, subtilezas que não atingi, talvez fruto de imperfeições de tradução (não que esta me pareça má, pelo contrário), talvez devido à forma como o conto propriamente dito está escrito. Ou talvez seja só impressão minha. Seja como for, o conto narra, com grande dose de poesia, os encontros, desencontros e consumo mútuo de uma mulher e de um "ele" nunca nomeado, uma espécie de fantasma, ou de sombra, ou quiçá de fruto da imaginação dela. A prosa é brilhante, mas faltou-me compreender melhor o conto para conseguir realmente desfrutá-lo.

Sem comentários:

Enviar um comentário