terça-feira, 14 de agosto de 2012

Lido: Only Partly Here

Only Partly Here é uma noveleta de Lucius Shepard sobre o 11 de Setembro. Ou melhor: sobre aquilo que os novaiorquinos e os americanos em geral sentiam nos meses que se seguiram aos atentados. Apesar da publicação em que vem inserida ser uma revista de FC, esta história nada tem de FC (embora seja uma história fantástica). É uma história muito concreta sobre pessoas muito concretas, afetadas até ao âmago por um acontecimento que lhes caiu em cima com o peso de uma montanha.

O protagonista é um dos trabalhadores que passaram meses na zona de impacto a remover o entulho e os bocados de corpos em que as Torres Gémeas se transformaram, e a história passa-se quase toda num bar, onde este vai passar alguns momentos de descontração com os colegas, depois do trabalho, e onde conhece uma mulher misteriosa com quem vai encetar uma relação. Shepard usa este cenário para criar um retrato de dinâmica disfuncional nas relações entre pessoas profundamente traumatizadas, numa espécie de exorcismo dos fantasmas deixados pelos atentados. E fá-lo com uma prosa elegante e rica, na qual mistura muito bem o oralismo dos diálogos. O resultado é um conto francamente bom.

Outra questão é se terá sido publicado na publicação mais adequada para ele. Afinal de contas, na Asimov's os leitores esperam encontrar FC, não contos basicamente mainstream com um pé no realismo mágico. Pode ter alienado alguns leitores mais puristas no que toca ao género, e certamente perdeu muitos outros que desdenham a FC. Mas no fundo, o que conta é a obra. E essa é boa.

Textos anteriores desta publicação:

Sem comentários:

Enviar um comentário