domingo, 3 de junho de 2012

Lido: A Séance

A Séance é uma noveleta de Pedro Medina Ribeiro construída em volta de uma sessão espírita. E bastante bem construída, diga-se de passagem. O conto é contado na primeira pessoa por alguém que começa logo por dizer-se cético mas com dúvidas no que toca à existência do sobrenatural. O narrador descreve os acntecimentos que terão levado ao surgimento dessas dúvidas na sua visão do mundo, originalmente racionalista, e lança-se numa narração que segue na globalidade os parâmetros da literatura fantástica sobrenaturalista do século XIX, embora com a introdução de reviravoltas de enredo mais características de thrillers modernos. É descrita a sessão espírita que serve de fulcro à história e a sucessão de acontecimentos estranhos ou, mais propriamente, de mortes estranhas, que ela ocasiona.

Como disse, é um conto bastante bem construído e, apesar de falhas pontuais aqui e ali, também bastante bem escrito. Não percebi bem se a adoção do estilo novecentista é característica anacrónica da escrita do autor, se se trata de pastiche e/ou homenagem. É uma dúvida que ficou. Provavelmente os contos seguintes irão esclarecer-me a esse respeito.

Sem comentários:

Enviar um comentário