sábado, 12 de Maio de 2012

Lido: Melros de Asa Vermelha

Melros de Asa Vermelha (bib.) é uma belíssima vinheta fantástica de Bruce Holland Rogers, a qual descreve o surgimento de uma espécie de melro norte-americano, cujos machos são negros com asas vermelhas (daí o nome) e cujas fêmeas são simplesmente castanhas, a partir da mais inesperada das origens: corações humanos que, fartos de viverem abafados no mundo empresarial da sociedade moderna, resolvem sair dos peitos, ganhar vida própria.

Foi muito curiosa a coincidência de ler esta história logo a seguir à do Yoss, com a qual há tantos paralelos. E Rogers sai-se muito melhor, julgo que em boa parte por ter escolhido a abordagem certa. Esta historinha é uma delícia.

Sem comentários:

Enviar um comentário