sábado, 12 de maio de 2012

Lido: El Efecto Cibeles

El Efecto Cibeles é um bizarro conto de ficção científica do cubano Yoss. Muito contado e pouco mostrado, violando assim um mandamento sagrado para alguns leitores (não este; este tende a preferir os mostrados mas não desdenha um bom contado de vez em quando), o conto traça uma situação de cataclismo anunciado, que possivelmente terá na génese mão alienígena, embora haja explicações alternativas.

E que situação é essa?

Bem... é uma estranhíssima doença que faz com que aos afetados caiam os órgãos genitais, externos e internos, da parte mecânica à gonadal. A queda só acontece quando os infelizes se aproximam de extensões de água, e depois de se verem de repente privados dos pénis e testículos, ou das vaginas, úteros e ovários, mais respetivos canais de ligação, caem num coma ao qual, dias mais tarde, se segue a morte. Quanto ao aparelho sexual, esse, ganha vida autónoma e parte, lagos e oceanos fora, em busca de parceiros reprodutivos. Eu avisei que a coisa era bizarra. Só mesmo lendo, realmente.

Será um bom conto? Um mau conto? Bem, eu gosto de como o Yoss escreve. Gosto do estilo, gosto do ritmo. Neste conto gosto da ironia. Mas também acho que às vezes exagera. E se calhar também usa por vezes as técnicas do género errado para as histórias que quer contar. Esta ideia, por exemplo, talvez ganhasse se não tivesse sido revestida de ficção científica. Daria um bom conto surrealista, absurdista, de um fantástico mais tradicional. Mas ficção científica? Não me parece.

Sem comentários:

Enviar um comentário